• 2018-Atualmente. Adentrando no mundo virtual: o impacto das tecnologias digitais na formação de professores, currículo e na cultura de movimento

Descrição: Considerando que os diferentes desenhos de formação de professores, bem como as formas de organização de ensino desta área na escola por todo mundo, são tributárias de construções sociais, culturais e influencias teóricas múltiplas, nos interessa saber como estes dois pilares (formação e currículo) tem se aproximado da temática de tecnologia digital. Especificamente sobre as relações entre tecnologia, mídia e educação, falar na perspectiva do hemisfério sul é destacar condições de acessos, construções culturais distintas e apropriações de linguagens multimodais com discrepâncias severas em relação ao hemisfério norte. Nestes termos, o objetivo desta intenção de pesquisa é identificar as aproximações entre a formação de professores, currículo escolar e experiências de professores com a temática das tecnologias digitais nos países do hemisfério sul a partir ambiência cultural contemporânea e problematizar as literacias emergentes na educação formal. O estudo se propõe como comparativo descritivo, de natureza qualitativa, entre as realidades do Brasil, Austrália e Nova Zelândia. Serão analisados as propostas curriculares e documentos oficiais dos países selecionados a partir da análise de conteúdo (Bardin, 2011), tendo como unidade de registro os termos ?mídia?, ?comunicação?, ?cultura digital?, ?meios de comunicação? ?literacia? e ?tecnologia?. Por meio de entrevistas professores dos países selecionados serão convidados a responder questões a respeito do tema da tecnologia digital em sua formação inicial e continuada, além de possíveis experiências que estes possam ter desenvolvidos com a tecnologia e suas linguagens ao longo de sua prática pedagógica. Espera- se com este estudo dar relevo aos estudos que articulam Comunicação e Educação no hemisfério sul, apontando avanços e limites atuais das literacias emergentes.

Projetos de pesquisa

  • 2013 – 2015. Mídia-Educação Física em tempos de Megaeventos esportivos: impactos sociais e legados educacionais. (Financiado pelo CNPq via edital 91/2013)

Descrição: Considerando que a Copa do Mundo de futebol em 2014 e os Jogos Olímpicos e 2016 serão eventos largamente midiatizados, interessa-nos abordar o canal midiático como importante vetor de apropriação de conhecimentos por escolares. O inegável consumo da mídia no âmbito individual e escolar dos alunos, nos faz pensar sobre o processo de apropriação dessas informações por parte do alunado e, nesse cenário, que se configura a necessária relação entre mídia e educação física no intento de promover um consumo mais crítico das informações veiculadas, sobretudo em tempos de megaeventos esportivos. O objetivo central da pesquisa é tematizar e problematizar os megaeventos esportivos em ambiente escolar a partir dos discursos midiáticos por meio da Mídia-Educação Física, com fins a identificar e mapear os impactos e legados sociais e educacionais destes eventos, além da apropriação destes por alunos do Ensino Médio.

 

Projetos de extensão

  • 2016-2017. Formação continuada de professores em Educação Física: dialogando saberes disciplinares, escola e cultura midiática (Financiado via EDITAL PROEXT/MEC 2016 – PROGRAMAS)

Descrição: Busca-se investir no diálogo entre os saberes sistematizados na escola e aqueles difratados nos meios de comunicação partindo de um momento social em que a agenda nacional pauta-se nos Jogos Olímpicos Rio 2016. A Educação Física, como componente curricular, tem uma oportunidade interessante de estabelecer relações entre os discursos midiáticos esportivos e os conteúdos tematizados na escola. Objetiva-se no projeto tematizar e difundir a mídia-educação dentre os professores de Educação Física da Rede Municipal de Ensino da cidade do Natal, além de identificar e problematizar os limites e possibilidades do diálogo entre os discursos midiáticos e os conteúdos da educação física. A intenção é trabalhar em cinco momentos/projetos, a saber: Construção de formação centrada em conteúdos de ensino de Educação Física com os discursos midiáticos sobre os Jogos Olímpicos Rio 2016; Oferta de cursos de formação continuada para os professores sobre mídia-educação para incentivo de experimentações com os Jogos Olímpicos Rio 2016; Produção de material didático sobre Educação Olímpica a partir da experiência na formação; Mapeamento das experiências dos professores com a mídia-educação na Educação Física escolar sobre a temática dos Legados Olímpicos e; Realizar uma mostra da produção midiática de alunos e professores. O programa se balizará na pesquisa-ação porque tem por intenção a modificação de um determinado cenário e porque a própria ação proposta se torna objeto de investigação. Espera-se contribuir com a melhoria da formação inicial e continuada de professores em Educação física a partir da possibilidade de construção de propostas de ensino pautadas no Legado Olímpico.